Clareamento dental: conheça os tipos e os cuidados

Considerados os mais tradicionais, os clareamentos feitos em consultórios ou caseiro devem ser supervisionados pelo profissional


Ter dentes brancos e saudáveis é o desejo de todas as pessoas que buscam um sorriso mais bonito. Se você está pensando passar por um tratamento de clareamento é preciso conhecer as opções disponíveis, os cuidados durante o procedimento e ficar por dentro das dicas para manter o sorriso e a estética em dia.


No mercado estão disponíveis diversas opções de tratamento. Entre os tipos estão o feito a laser, com moldeira ou com pastas de dentes, fitas e gel, enxaguantes bucais clareadores, bandejas de clareamento e aplicação de facetas de porcelana ou de resina.

Considerados os mais tradicionais, os clareamentos feitos em consultórios ou caseiros devem ser supervisionados pelo profissional. Antes de entrar em detalhes é preciso entender que o procedimento é simples e direto, que consiste na remoção de pigmentos que amarelam ou escurecem os dentes, segundo a ortodontista Jessica Gomes Salomão, da Orthopride de Caçapava e Pindamonhangaba.


“Antes do tratamento é fundamental fazer uma limpeza para a retirada de tártaro e verificar junto ao dentista se não há inflamação nas gengivas. Pessoas com restaurações devem ficar atentas, pois o produto não age sobre elas. Então, caso tenha alguma restauração estética na parte da frente do dente, deve-se considerar trocá-las depois do clareamento”, disse.


A especialista contou ainda que o clareamento caseiro se torna seguro desde que seja feito sob orientação e acompanhamento de um dentista. “Pois podem ocorrer algumas reações adversas como sensibilidade dentária ou inflamação do tecido gengival. Ele é feito com uma moldeira utilizada em casa, porém precisa de visitas semanais para que haja um controle para eficiência durante o processo”, disse.


Já no clareamento no consultório normalmente cada sessão tem duração de 40 a 90 minutos, e pode ser feito com três aplicações na mesma sessão, mas depende muito da sensibilidade do paciente. As sessões também variam de 1 a 4, de acordo com a cor que podemos alcançar. O intervalo entre as sessões é de 7 a 10 dias.


“No consultório, a concentração da substância clareadora é maior em comparação ao caseiro. O profissional aplica um gel com agentes clareadores, deixando-os agir por ao menos 15 minutos. Durante o procedimento, o dentista realiza o afastamento dos lábios e a proteção da gengiva por meio de resina fotopolimerizável, que endurece quando entra em contato com a luz”, afirmou.


Segundo ela, a principal vantagem oferecida é a instantaneidade do agente clareador. Assim, os resultados são vistos mais rapidamente, já que os dentes ficam mais claros logo na primeira sessão. “Esse procedimento é realizado exclusivamente em um consultório odontológico”, contou.

Quer saber mais sobre o assunto?


A ortodontista Jessica Gomes Salomão, da Orthopride, está à disposição para conceder entrevistas e dar detalhes sobre o assunto.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo