Startup é selecionada em programa do Sebrae para atrair investidores

Com nível de maturidade avançado e soluções inovadoras, a construtech Brickup desenvolveu soluções tecnológicas para o setor da construção

A Brickup, startup que está revolucionando a indústria da construção civil por meio de soluções tecnológicas, foi escolhida pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) de Minas Gerais, para integrar a segunda etapa do Programa Capital Empreendedor. A iniciativa tem como objetivo aproximar startups e instituições de fomento, investidores anjo, aceleradoras, plataformas de crowdfunding e fundos de investimento.


Criada em 2020, a construtech conecta o canteiro de obras com a gestão do construtor potencializando os processos e otimizando tempo e recursos por meio da inteligência e automação dos processos. A Brickup concorreu com outras 900 startups de todo o país para participar do programa.


O nível de maturidade mais avançado e as soluções inovadoras desenvolvidas pela Brickup foram dois pontos importantes para que a construtech fosse escolhida para entrar no programa ao lado de outras 29 startups. “Ficamos impressionados com a qualidade dos projetos e com o número de inscritos. Será uma ótima oportunidade para as startups se preparem ainda mais para buscarem investidores de risco e se conectarem com esse ecossistema. Elas estão em fase de escala, no momento adequado para buscar investimentos”, apontou o analista do Sebrae Minas, Igor Martins, em comunicado à imprensa.


Para a segunda fase, o Sebrae organizou um workshop de Empreendedores e Oficina de Pitch, a partir do dia 27 de junho. A série de 11 encontros on-line termina em julho. Os empreendedores receberão dicas práticas para conquistar investidores, vão conhecer experiências de empresas investidas e se aproximarão de players nacional e local de capital de risco. No final da etapa, os empreendedores participarão de uma banca de investidores.

“É um passo muito grande e de expressão para a Brickup. Participar de um programa chancelado pelo Sebrae é sempre enriquecedor para a empresa e para o empreendedor. Esse programa busca sempre startups que já estão em processo de tração e gerando receita. Ser escolhido para o programa de certa forma valida o nosso modelo, reforçando que estamos na direção certa”, disse o fundador da Brickup, Rafael Souza.


O empreendedor busca captar recursos do tipo Pré-seed (nome dado a um dos primeiros aportes que as startups costumam receber ou Seed (costuma vir depois de uma rodada inicial). “Esse tipo de investimento fica entre o anjo e o venture capital. Sermos aprovados no programa do Sebrae é uma forma de validar nosso grau de maturidade e isso é o que os investidores olham quando falamos de fundraising”, finalizou.


A próxima etapa do programa Capital Empreendedor vai oferecer aos selecionados mentorias individuais e coletivas com temas sobre negócios, comportamento, dados, governança e máquina de vendas. A última etapa do programa é o Circuito de Investimento. As startups que receberem as melhores avaliações apresentarão seus negócios para investidores de todo o Brasil em um evento presencial, no final do ano, em São Paulo.

0 comentário